Blog

/Blog

As Métricas do Recrutamento

Num momento do mercado onde a escassez do talento começa a ser um tema recorrente e onde as necessidades de recrutamento têm de ser geridas com a maior celeridade, é cada vez mais exigente dedicar atenção a um conjunto de métricas essenciais para corrigir e melhorar as suas práticas no que toca ao recrutamento.

By |2017-08-04T16:13:10+01:00Agosto 4th, 2017|Blog|0 Comments

Estou na short-list final. Como me destaco?

Se chegou a esta fase é, por si só, um excelente indicador pois já terá passado, no mínimo, por uma entrevista presencial, ou com a empresa consultora de recursos humanos, ou com o cliente para onde pretende trabalhar. No entanto, acreditamos que aqui é que a competição começa realmente e os pormenores podem fazer toda a diferença para ser o eleito; neste artigo propomos-mos a identificar 5 aspectos a não negligenciar

By |2017-07-17T18:07:51+01:00Julho 17th, 2017|Blog|0 Comments

Soluções integradas na área dos recursos humanos

Por que é que cada vez mais as empresas recorrem a soluções integradas na área dos recursos humanos? Se podemos olhar para uma questão de vários prismas diferentes, por que motivo é que acabamos por adoptar sempre as mesmas estratégias? Porque funcionam? Nem sempre. Porque são as que estão à mão ou são mais comuns? Habitualmente.

By |2017-07-03T17:41:06+01:00Julho 3rd, 2017|Blog|0 Comments

Sobre a importância de estar presente

Com tantos eventos dispersores da nossa atenção, tanto que e para fazer, nem sempre é fácil ter agenda para a quantidade de solicitações que nos chegam. Acabamos por dar resposta aos pedidos, de acordo com a ordem de chegada dos mesmos, priorizando aqueles que são mais urgentes ou se andam a arrastar no tempo ou têm o prazo mesmo a acabar.

By |2017-06-07T15:43:55+01:00Junho 7th, 2017|Blog|0 Comments

Emprego temporário: aqui não o vai encontrar!

Esta semana recebemos uma notícia que nos listava, entre outras empresas de recrutamento em Portugal, como uma empresa que oferece trabalho temporário. “Emprego temporário: onde o encontrar?” Era assim o título do artigo. A Ray Human Capital aparecia nesta lista, junto de outras empresas, algumas que de facto prestam este tipo de serviço, outras não. O erro foi rapidamente corrigido, depois de assim o solicitarmos. No entanto, quando se trata de um artigo que pretende informar e ajudar quem está à procura de emprego, é importante que a informação não dificulte este trabalho, mas, e principalmente, que não engane quem está a ler. Vemos assim este erro como uma oportunidade e falemos do que realmente fazemos. Há mais de 20 anos que trabalhamos no recrutamento e selecção de profissionais nas mais variadas áreas de mercado. Quando falamos em recrutamento falamos em encontrar o talento certo, o profissional que preenche os requisitos das empresas nossas clientes. E neste âmbito, não oferecemos trabalho temporário. Para além do Recrutamento e Selecção dispomos ainda de serviços em Consultoria de RH, Assessment e Development Centre, em Coaching e Formação. Se de facto está à procura de emprego, não temporário, pode consultar as nossas ofertas em ofertas-emprego.rayhumancapital.com ou estar atento às nossas redes sociais (Facebook e Linkedin) onde partilhamos sempre as mais recentes oportunidades. Se quiser saber mais sobre a Ray Human Capital pode ainda consultar o nosso site: www.rayhumancapital.com ou entrar em contacto através do seguinte email: rhc@rayhumancapital.com. Boas pesquisas!

By |2017-06-12T12:17:27+01:00Junho 30th, 2016|Blog|0 Comments

Feed your performance!

Recorremos diariamente ao conceito de feedback para solicitar opiniões sobre diversos assuntos quando o termo respeita, sobretudo, ao resultado decorrente de uma determinada situação. Em qualquer dos casos, o mesmo constitui uma ferramenta de comunicação e, no contexto do desenvolvimento do potencial e talento humano, compreende uma retroacção ou devolução de resultados provenientes de uma avaliação, que se requer sustentada por vários indicadores de relevo e que permitem o desenvolvimento de uma análise devidamente justificada. O feedback pode assumir diferentes designações mas, em última instância, deve ser resultado de um processo que pode “vestir” várias formas, entre as quais se destacam os development centres ou as avaliações de desempenho, tais como as avaliações 360o, entre outras. Independentemente da roupagem com que se apresenta, o fundamental é que o feedback mantenha o seu foco no desenvolvimento de competências e que, enquanto processo, o mesmo não finde após a sua apresentação: Concentre-se no conteúdo da mensagem: o melhor modo de aprender com o feedback acontece por via da capacidade da pessoa se posicionar como ouvinte de uma mensagem preciosa. Escutar o feedback sem pensar nas pessoas que possam ter contribuído para o mesmo (quando este resulta de uma avaliação 360o) e centrar a atenção no seu conteúdo e impacto do mesmo, no seu comportamento e relacionamento com os outros, é mais rico do ponto de vista da sua aceitação. O objectivo é que se foque em si e não nos outros. Identifique competências: as competências facilitam a avaliação e apresentam uma direcção para que a pessoa tenha uma “bússola” e possa usá-la para saber para onde quer ir. A verdade é que os profissionais distinguem-se, essencialmente, por competências e, por esse motivo, se queremos evoluir, temos de [...]

By |2017-06-12T12:17:33+01:00Maio 2nd, 2016|Blog|0 Comments

O mundo do trabalho está a mudar: e agora?

O paradigma do trabalho dos dias de hoje está a mudar, quer queiramos quer não. E se já todos percebemos as implicações que isso está a ter no que toca a questões básicas de regimes laborais como horários, locais de trabalho, flexibilidade e work-life balance (ou a nova tendência do work-life integration), a verdadeira questão que se coloca é: será que estamos preparados para isso? Após a corrente tendência de artigos como o que o Dinheiro Vivo publicou na passada semana “Não digas a um Millennial para trabalhar das 9 às 5”, é fácil perceber que mudanças estruturais profundas terão que ocorrer para que as estruturas laborais consigam dar resposta ao facto de que até 2020 a população activa será de 50% e 75% em 2025! Os gaps geracionais registados são tremendos no que toca às valorizações de cada um e por isso é fundamental que os empregadores dos dias de hoje mostrem uma preocupação em adaptar-se a cada um dos seus colaboradores: como manter simultaneamente satisfeitos os colaboradores Millennial e Generation X na mesma empresa de forma equilibrada? As dúvidas levantam-se: Trabalhar em espaço fixo 5 dias por semana ou dividir entre a possibilidade de trabalhar em casa? Horário de trabalho 9h/17h ou em autogestão? Retenção através de Recompensas extrínsecas (salário, segurança e benefícios), intrínsecas (autonomia, oportunidades de desenvolvimento e reconhecimento) ou ambas? Noção de carreira: procura de estabilidade para a vida ou loop em constante mutação?   Estas e muitas outras dúvidas assolam as empresas dos dias de hoje, procurando estas fazer um esforço contínuo para assegurar que conseguem ir ao encontro das motivações dos diferentes colaboradores da sua organização. Mas será possível fazê-lo de forma equilibrada e gradual para todos? Ou será [...]

By |2017-06-12T12:17:33+01:00Abril 26th, 2016|Blog|0 Comments

Quer ser mais activo no mercado de trabalho?

Apesar da era digital na qual vivemos, com o recrutamento a apontar cada vez mais neste sentido, as pessoas ainda continuam a ser o bem mais importante para uma organização! Num ambiente cada vez mais competitivo, as empresas estão continuamente sujeitas à mudança e a uma pressão cada vez mais elevada e, por isso, a aposta no talento humano é cada vez mais um factor crítico de sucesso para as organizações. Nesse sentido, se por algum motivo se afastou do mercado de trabalho (ou porque foi estudar, ou porque teve um problema, ou porque está em transição profissional) e agora quer (e precisa!) de voltar ao activo, ou se tem simplesmente vontade de mudar a sua carreira mas não sabe bem como fazê-lo, continue a ler: Invista em si e saiba o que quer: o mercado está cada vez mais exigente, por isso aproveite aquela poupança que tem guardada para apostar nas suas qualificações e faça aquela pós-graduação que sempre quis. Mas atenção, reflicta primeiro se é esse o rumo que quer dar à sua carreira, se é mesmo por aí que quer seguir. Se for, então força! Conheça-se bem, identifique os seus pontos fortes e fracos e utilize-os a seu favor; Tenha o seu currículo em dia: assim, quando se cruzar com aquela oportunidade que é a sua cara, não irá perder tempo a fazer actualizações e está pronto a responder on time. Não se esqueça que um bom currículo não deve ser muito extenso (duas ou três páginas é ideal), mas é importante que espelhe a imagem que quer passar ao mercado; Use as redes sociais a seu favor: se nos acompanha, então está preparado para esta etapa. Leu “Linkedin: como diferenciar o [...]

By |2017-06-12T12:17:33+01:00Março 17th, 2016|Blog|0 Comments

Gerir talento no digital: do risco à estratégia

Existe ou não uma tendência actual para nos concentrarmos apenas nos benefícios do digital quando se fala em gestão de recursos humanos? Sem dúvida que as novas plataformas digitais facilitam a procura e oferta de emprego, mas não podemos descurar o facto de que tornam também mais difícil reter esse mesmo talento. Deixo-vos então alguns pontos que considerei importantes depois de ler um recente artigo da McKinsey e que podem ajudar-vos a repensar a estratégia de atracção e retenção de talento das vossas organizações: - Plataformas de oferta de emprego: ferramentas como o Linkedin tornaram o mercado de trabalho mais transparente. É agora mais fácil avaliar novas ofertas e comparar o seu perfil, o seu valor no mercado, com o de outros profissionais da mesma área. Será que a minha empresa me permite a mesma evolução de carreira? Estarei a perder oportunidades se continuar neste emprego? Vale ou não a pena candidatar-me a esta oferta? São perguntas que qualquer profissional que utilize estas plataformas pode colocar quando avalia a sua carreira. O risco: - Recrutadores e concorrentes: no mundo digital do recrutamento a sua empresa corre o risco de ser atacada em duas frentes: a) empresas de recrutamento têm agora maior facilidade em encontrar os profissionais online; b) a sua concorrência consegue com alguma facilidade, chegar até ao seu melhor talento. No final são os profissionais que detêm um enorme poder: a sua visibilidade no mercado e informação de que dispõem faz com que sejam eles quem de facto “tem a faca e o queijo na mão”. A estratégia: - Employer branding: não é novidade, mas o digital aumenta a necessidade de repensar a sua estratégia de employer branding e procurar a diferenciação. Como se [...]

By |2017-06-12T12:17:33+01:00Março 11th, 2016|Blog|0 Comments

Este sitio web utiliza cookies para que usted tenga la mejor experiencia de usuario. Si continúa navegando está dando su consentimiento para la aceptación de las mencionadas cookies y la aceptación de nuestra política de cookies, pinche el enlace para mayor información.plugin cookies

ACEPTAR
Aviso de cookies