As empresas deveriam estar cada vez mais adaptadas ao ambiente digital, mas a necessidade difere da realidade. Em relação a este tema, a Ray Human Capital desenvolveu um estudo com o objectivo de analisar como as empresas estão a adaptar-se às transformações digitais e quais as suas necessidades de talento nesta área.

O estudo contou com a participação de mais de 100 empresas de vários sectores e dimensões, tanto de Portugal como de Espanha.

Partilhamos neste post algumas das principais conclusões deste estudo.

Transformação Digital

A maioria das empresas considera que a transformação digital é importante e está a condicionar o seu negócio (82%), estando por isso cada vez mais envolvidas em processos de transformação a ambientes digitais.

Este reconhecimento é maioritariamente proveniente de empresas com presença internacional (76%), com mais de 1000 colaboradores e dos seguintes sectores: financeiro, seguros, tecnologia, media e telecomunicações.

Atracção, Selecção e Recrutamento

Apesar destes dados, aproximadamente 60% das empresas revelam ter conhecimento das características críticas do talento digital para acolher uma transformação digital no seu negócio, mas não sabem onde o encontrar.

Para além disso 56% não tem identificadas as fontes de recrutamento de perfis digitais críticos, não sabendo por isso onde atrair, seleccionar e recrutar este tipo de perfil.

Estratégias de recrutamento

O recrutamento através das Redes Sociais é actualmente a técnica digital mais utilizada pelas empresas mais jovens. Já os canais de oferta de emprego corporativos continuam a figurar nas preferências das empresas mais consolidadas. Numa minoria, a utilização de técnicas mais inovadoras como o Mobile Marketing, Mobile Recruitment e Employer Branding é prática de empresas multinacionais.

Avaliação de profissionais

A necessidade de adaptar o modelo de gestão de recursos humanos é um tema que faz sentido para 69% das empresas participantes.

Apesar do crescente reconhecimento da importância da adopção a ambientes digitais, 40% das empresas ainda não dispõem de ferramentas orientadas para a gestão e avaliação desse mesmo talento.

A grande maioria das empresas continua a utilizar metodologia de Assessment e/ou Development Centre Presencial para avaliação dos seus profissionais.

Formação

No plano anual 42% das organizações não consideram vir a planear acções de formação para desenvolver o seu perfil digital.

 

3.Infográfico questionário